Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Campanha de Vacinação em 2011Novamente nosso governo está engajado em levar a vacina H1N1 ao maior número de pessoas que puder, apesar do grande risco para saúde pública.

Desta vez, a campanha pública será de 25 de abril até 24 de maio, e irá aplicar duas vacinas, uma bi-valente, contra os vírus da gripe comum, e uma monovalente, contra o H1N1, isso de acordo com uma nota da Anvisa. As vacinas destinadas aos estabelecimentos privados de vacinação devem conter as três cepas influenza em uma mesma formulação, incluindo o H1N1. Mas contrariando a nota da Anvisa, vários veículos de comunicação (aquiaqui) reportaram que a vacina a ser fornecida pela rede pública seria única e conteria as três cepas, incluindo o H1N1.

O que parece que não está sendo levado em conta é o fato de que esta vacina tríplice causou problemas em vários lugares do mundo, e em alguns casos foi até mesmo interrompida.

Nós reportamos alguns meses atrás, que na Finlândia os casos de narcolepsia aumentaram em até 300% nas crianças que receberam a vacina tríplice. Reportamos também que na Austrália a vacinação para crianças menores de 5 anos foi suspensa depois de um aumento considerável dos efeitos adversos após a vacinação. Claro que no Brasil efeitos adversos nunca seriam motivo para suspensão de vacinação, já que para os “especialistas” de nossos órgãos de saúde aos efeitos adversos são meramente coincidência…

Mesmo após ter sido descoberto que a OMS alterou o critério de avaliação para pandemia e que favoreceu os laboratórios médicos (veja aqui, aqui e aqui), caracterizando conflito de interesses, já que muito dos membros da comissão de pandemia da OMS trabalhavam para os fabricantes de vacina, continuamos esta afronta a saúde do povo brasileiro que é a vacinação H1N1.

Não ficou muito claro na nota de 8 de março no site da Anvisa quem receberá a vacinação contra o H1N1. Na nota fala que “As vacinas pandêmicas contra a gripe A serão destinadas aos grupos de risco definidos pelo Ministério da Saúde. Já as vacinas contra gripe sazonal serão aplicadas nos idosos, como é feito todo ano.“, e a expressão “grupos de risco” é um link para o calendário de vacinação de 2010, que inclui grande parte da população. Estariam tentando trazer as pessoas para tomar a vacina contra a gripe comum e já “aproveitar” e dar a contra o H1N1? Não que eu acredite que a vacina contra a gripe traga muita (ou alguma) proteção, mas é o fato da vacina H1N1 ter seus efeitos adversos desconhecidos é que me preocupa mais. A própria Anvisa reconheceu que desconhecia os efeitos adversos da vacina contra o H1N1 nesta nota, apesar de negar publicamente.

Efeitos adversos e contratos

Eu estou tentando obter junto ao Ministério da Saúde desde abril do ano passado as estatísticas sobre os efeitos adversos relacionados com a aplicação da vacina H1N1, e também informações sobre os contratos firmados com os fabricantes de vacinas. Em relação aos contratos leia este tópico para saber porque precisamos transparência. Fui ignorado em todas as esferas deste órgão corrupto e vendido que é o Ministério da Saúde e mais particularmente a Anvisa. Após um ano de várias tentativas, recebi uma resposta através da ouvidoria do ministerio da saúde na qual falavam de tudo sobre a gripe suína, MENOS O QUE EU ESTAVA PERGUNTANDO!!!!!! Entrei também com um pedido via ofício formal com um advogado fazem mais de 2 meses mas até agora também não tivemos resposta. Me sinto frustrado e removido de meus direitos de cidadão. A ouvidoria mesmo é uma grande fachada para dar ao povo impressão de transparência e acessibilidade, pura palhaçada. Mostrei algumas semanas atrás como meu pedido de esclarecimento sobre o uso do BPA no Brasil foi jogado de um lado para o outro e apenas após várias reclamações é que me responderam, evasivamente, mas pelo menos responderam. Perguntas inconvenientes não são bem-vindas!! Eu irei escrever um post específico sobre o assunto mais para frente, pois acho que merece maior esclarecimento.

Irregularidades Instituto Butantã

Vocês devem lembrar que publicamos no ano passado uma denúncia que o Butantã, que teria recebido mais de 500 milhões de reais e jamais teria fabricado uma dose sequer de vacina?

Pois então, silenciosamente, sem alarde pelo governo ou pela imprensa, em 8 de fevereiro um inquérito civil foi criado para averiguar as denúncias, mais de 8 meses após as denúncias!!!! Leia você mesmo no Diário da União a PORTARIA N 39, DE 8 DE FEVEREIRO DE 2011:

O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pela Procuradora da República signatária, no exercício de suas atribuições constitucionais e legais, com fundamento nos artigos 127 e 129, inciso III, da Constituição Federal; bem como nos artigos 5º, incisos I, alínea h, III, alínea b, e V, alíneas a e b, 6º, incisos VII, alínea b, e XIV, alínea f, e 7º, inciso I da Lei Complementar N 75/93; artigo 8º da Lei 7.347/85, na Lei 8.429/92 e demais legislação aplicável à espécie, e
CONSIDERANDO a instauração do Procedimento Preparatório N 1.34.001.006022/2010-10, a partir de representação formulada pelo Deputado Estadual e Presidente da Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, Sr. Fausto Figueira, na qual relata diversas irregularidades na gestão de recursos públicos pela Fundação Butantan, responsável pela administração do Instituto Butantan, notadamente o recebimento de mais de R$70.000.000,00 (setenta milhões de reais) dos cofres públicos, com o fim de montar uma fábrica de vacinas para gripe comum e H1N1, mas que até a presente data não iniciou efetivamente suas atividades, sendo que os funcionários contratados para trabalhar na citada fábrica foram deslocados para outros setores e as matérias-primas adquiridas, tais como ovos com embriões, descartadas;
CONSIDERANDO que, em princípio, estariam envolvidos em tais irregularidades o ex e o atual Presidente da Fundação Butantan, respetivamente, Sr. Isaías Raw e Sr. José da Silva Guedes, e o ex-Diretor do Instituto Butantan, Sr. Otávio Azevedo Mercadante;
CONSIDERANDO que os fatos acima evidenciam a existência de fortes indícios a justificar ampla apuração da destinação de verba pública significativa e a eventual responsabilização de agentes públicos e particulares que tenham concorrido para atos que resultem em enriquecimento ilícito, lesão ao erário ou afronta aos princípios constitucionais e legais que regem a Administração Pública;
Resolve:
I. Instaurar INQUÉRITO CIVIL, por conversão do Procedimento Preparatório
N 1.34.001.006022/2010-10, para promover ampla apuração dos fatos noticiados pelo representante.
II. Determinar as seguintes providências:
a. Autuação da presente Portaria e do Procedimento Preparatório
N 1.34.001.006022/2010-10, com a seguinte ementa: “SAÚDE. Instituto Butantan. Notícia de má gestão de dinheiro público. Denúncia de possíveis irregularidades na fabricação de vacina para a gripe H1N1 (“gripe suína”)”.
b. Comunicação à Egrégia 5a Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal, inclusive para dar publicidade à presente Portaria (art. 7º, §2º, incisos I e II, da Resolução N 23/07 do Conselho Nacional do Ministério Público, c.c. arts. 6º e 16, § 1º, inciso I, da Resolução N 87/06 do Conselho Superior do Ministério Público Federal).
c. Designação do(s) Analista(s) Processual(ais) e do(s) Técnico(s) Administrativo(s) vinculados ao gabinete para secretariar o inquérito civil.
d. Expedição de ofício ao Departamento de Logística do Ministério da Saúde, requisitando informações sobre a situação dos convênios citados às fls. 15/16.
e. Expedição de ofício à Controladoria Regional da União no Estado de São Paulo, requisitando informações sobre a eventual existência de fiscalização dos Convênios firmados entre o Ministério da Saúde e o Instituto Butantan.
SONIA MARIA CURVELLO

Será que vai acabar em pizza? Veremos, certamente estamos de olho…

Enquanto isto, apenas algumas semanas atrás, o Butantã recebeu deferimento do registro de vacinas H1N1 e H3N1. Se ele esta sendo investigado por não ter PRODUZIDO NEM UMA DOSE SEQUER DE VACINA, como é que tem deferido o seu registro? Algo está muito errado com isto tudo!

Razões para não tomar a vacina:

Apesar de que a maioria das pessoas que lêem este blog estão cansadas de saber o porque a vacina H1N1 e perigosa, acho que nunca é demais lembrar novamente. Favor vejam este artigo com mais de 100 fontes de notícias confiáveis sobre a farsa do H1N1 e sua vacina.

Propaganda do Ministério da Saúde:

Fontes:
– Anvisa: Campanha de vacinação: medida permite imunizar maior número de pessoas
– DOU de 15/02/2011: Instauração de Inquérito Civil contra o Butantã
– DOU: Registro Vacina Butantã (24/03/2011)
– DOU de 28/03: Aprovação de Registro do Butantã28-03-2011-pg-31

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

3 Comments

  • Tô vendo nesse instante o nosso excelentíssimo Ministro da Saúde aconselhando o povo a tomar essa vacina maldita. Idosos, indíos e CRIANÇAS. Segundo ele, todos esses podem tomar a vacina sem problema!
    É muita cara de pau!!!

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • FRANCISCO VASCONCELOS disse:

    SEM QUERER SER PESSIMISTA, NESSA MATÉRIA NÃO VI PROVAS CONTUNDENTES QUANTO ESTA MATÉRIA ,TODAVIA RESPEITO O VOSSO POSICIONAMENTO.

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe