Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Especialistas britânicos admitem que vacina da gripe suína pode causar Síndrome de Guillain-Barre SGAutoridades da área da saúde reconheceram pela primeira que a vacina da gripe suína pode estar ligada a um aumento do risco de desenvolver uma mortal doença neurológica, Síndrome de Guillain-Barre (SGB).

Especialistas estão examinando uma possível associação entre a vacina contra o H1N1 e a Síndrome de Guillain-Barre (SGB), segundo um relatório da agencia reguladora do Reino Undo Medicines and Healthcare Products Regulatory Agency (MHRA), ou Agência Reguladora de Medicamento e Produtos de Saúde, em português.

Anteriormente, o governo britânico (assim como o brasileiro), sempre insistiu que não há nenhuma evidência de ligação entre a condição paralisante e a vacina contra o H1N1.

Depois do jornal britânico The Mail on Sunday revelar em agosto de 2009 que o governo solicitou aos médicos acompanharem os casos de SGB durante a pandemia de gripe suína, uma carta do presidente-executivo da Health Protection Agency (Agencia de Protecao a Saúde) Justin McCracken afirmou: “Não há evidências que sugiram um aumento do risco de SGB nas vacinas que estão sendo desenvolvidas para combater a atual pandemia“.

Agora, um relatório recentemente publicado pelo MHRA sugere que a posição do governo mudou.

Ela diz: “Dada a incerteza das informações disponíveis e como com as vacinas da gripe sazonal, um risco levemente maior de SGB causado pelas vacinas contra o H1N1 não pode ser descartado. Estudos epidemiológicos estão em andamento para melhor avaliar essa possível associação.

Não se sabe precisamente o que causa a SGB, mas a condição ataca o revestimento dos nervos, deixando-os incapazes de transmitir sinais para os músculos de forma eficaz.
Ela pode causar paralisia parcial e afeta principalmente as mãos e os pés – mas pode ser fatal.

Vitima de SGB

Mãe de duas crianças Hilary Wilkinson, 58 anos, de Maryport, Reino Unido, desenvolveu GBS na seqüência de uma infecção no peito e passou três meses no hospital aprendendo a andar e falar novamente.
Ela disse: “É uma doença assustadora e eu acho que mais estudos precisam ser feitos sobre o efeito da vacina da gripe suína“.

A vacina utilizada no combate a uma forma diferente de gripe suína nos EUA em 1976 levou a 25 mortes pela doença, em comparação com apenas uma morte por gripe suína. Veja um post com um video muito esclarecedor sobre a gripe de 1976.

===========================

Eu fui contactado por diversas pessoas na seqüência da vacinação no Brasil, que causou Síndrome de Guillain-Barre e diversas pessoas. Abaixo um dos relatos:

Emerson, eu também desenvolvi a síndrome de guillain barre, após ser vacinada pela H1N1, no final de maio/2010, fiquei 35 dias internada, sendo 20 dias no CTI, fiquei toda paralisada, em coma e só consegui respirar com ajuda de aparelhos. Após 3 meses do ocorrido, estou em casa recuperando meus movimentos com tratamento fisioterápico diário, assim como é demonstrado no vídeo produzido pelo Rodrigo de sua esposa. Caso você queira divulgar em seu blog, entre em contato.

Uma outra pessoa me contatou também, cuja esposa havia adquirido SGB. Eu havia reportado o caso em meu blog ano passado. Abaixo um vídeo feito por seu marido:

Update: O governo britânico retirou o documento do ar.

Fontes:
MHRA: Drug Safety Update Method=Latest (Novo relatório)
Daily Mail: Experts admit swine flu jab ‘may cause’ deadly nerve disease
ZeroHora: Jovem tem pernas paralisadas após receber a vacina contra a gripe suína no Rio Grande do Sul
Reino Unido: carta confidencial para neurologistas revela perigos da vacina da gripe suína
Telegraph: Swine flu jab linked to rare nerve disease

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

9 Comments