Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

A ministra francês da Saúde Roselyne Bachelot está programada para depor sobre a campanha de vacinação contra a gripe suína na França em uma investigação do Senado em 23 de março, segundo a AFP.

Francois Autain, o chefe da comissão, disse que o inquérito deveria se “concentrar basicamente sobre as relações incestuosas” entre as empresas farmacêuticas e o governo, dizendo que estas ligações “explicariam a situação em que estamos”.

5,5 milhões de pessoas na França, ou 7% da população, receberam a vacina da gripe suína, após uma campanha sem precedentes por parte do governo e da mídia. Esta é a maior diferença na proporção das vacinas compradas e aplicadas.

No final de Agosto de 2009, foram divulgados os planos de Bachelot para vacinar toda a população francesa em centros especiais de vacina contra a gripe suína.

Planos para suspender os direitos civis sob o pretexto de combater uma pandemia também foram divulgados.

Autain disse que os riscos associados ao vírus gripe suína haviam sido “superestimado”, e objeto de uma dramatização “.

Ele disse que o papel dos “especialistas” precisava também ser investigada, constatando que os mesmos peritos que aconselharam o governo também aconselharam as empresas farmacêuticas.

Ambas as câmaras do parlamento francês – o Senado e a Assembléia Nacional – anunciaram investigações sobre a campanha de vacinação em massa com a vacina da gripe suína.

Fontes:
AFP-Grippe H1N1 : Bachelot le 23 mars devant la commission d’enquête du Sénat

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe