Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Eu mostrei aqui a algumas semanas o caso de Desiree Jennings, que após ser vacinada contra a gripe comum adquiriu distonia, uma doença neurológica que a impossibilitava de falar e andar normalmente, com espasmos e contorções.

Graças a Deus Desiree teve uma leve recuperação, com a ajuda da Generation Rescue, uma organização não governamental de apoio a famílias com membros autistas.

Surgem agora diversos médicos e blogs pro-vacinas afirmando que a história de Desiree era invenção pois ela teve uma leve recuperação. A única invenção aqui vêm destes porta-vozes da indústria médica, que estão tentando negar o fato demonstrável de que desordens neurológicas são um potencial efeito colateral das vacinas.

Apesar do fato de que os médicos que examinaram vigorosamente a sua condição, tanto no hospital Inova Fairfax como no hospital Johns Hopkins confirmaram que ela estava sofrendo de distonia, e que a causa da doença foi sua reação à vacina contra a gripe, os numerosos apologistas das grandes empresas farmacêuticas vêm ridiculamente alegando que a sua história é uma farsa e que sua doença é imaginária, sem citar nenhuma prova nem ter tido nenhum contato com Jennings.

O principal culpado por estes rumores de que o problema de Desiree seria uma farsa é o site Inquisitr, um antro de fofocas que, entre obsessão sobre as atividades de Britney Spears e Lindsay Lohan, também acha que tem o conhecimento para julgar condições médicas após assistir vídeos no You Tube. Em 22 de outubro, o site publicou a manchete: “A Chefe de Torcida da Vacina: Farsa ou Realidade?”. A história menciona que a condição de Jennings foi diagnosticada por vários médicos como verdadeira, mas ainda assim implica que a história é uma farsa, sem citar quaisquer provas. A agenda do site fica clara quando mencionam “malucos anti-vacinação” apenas para destacar o caso.

Não contente em atacar selvagemente uma mulher jovem cuja vida foi quase destruída uma vez, o Inquisitr voltou para uma segunda dose, com uma história na segunda-feira, alegando que Jennings está “curada” e que “as chances de tudo ser uma farsa passou de cerca de 50% para para 100%. “ Desta vez, o site nem sequer se deu ao trabalho de mencionar o fato de que muitos médicos nos principais estabelecimentos médicos haviam diagnosticado Jennings pessoalmente com problemas neurológicos, em vez disso, alegaram que Desiree Jennings “disse à mídia” que ela teve a doença.

Além disso, a alegação de que Jennings esteja “curada” é outro artifício. As últimas imagens de Desiree mostra a ela em uma cadeira ligada a um soro ou algo parecido. Jennings fez progressos como resultado do tratamento previsto pelos médicos em Los Angeles com a ajuda da Generation Rescue, a caridade que ajudou o filho autista de Jenny McCarthy a se recuperar após receber uma vacina, mas ela ainda está longe de ser curada.

O blogger Mark Lorenz, escrevendo no site Manolith, cruelmente ataca Jennings dizendo que está ‘fingindo’ sua doença, enquanto não mostra nenhuma prova de que isto seria verdade, deixando de mencionar que os médicos confirmaram que ela tinha a doença, e sem também explicar qual o benefício teria uma chefe de torcida jovem, saudável e feliz ao desperdiçar meses de sua vida “fingindo” uma doença debilitante.

Mas, adivinhem? Era tudo falso“, escreve ele. “Sim, falso. Todas a gagueira e o andar arqueado e o papo de como as vacinas são terríveis e precisam ser testadas mais, em grande parte das mesmas pessoas que dizem que nenhum alimento é seguro para comer a não ser as comidas cruas, a sua garota-propaganda é falsa. Desculpe se eu pareço insolente, mas não tenho simpatia por pessoas que saem em televisão nacional fingindo doenças e colocando a culpa em uma fonte que possa realmente fazer algo de bom pelo mundo. “

O zelo agressivo destes blogueiros parece ser emprestado do Dr. David Gorski, do site de blogs Scienceblogs, que de ciência não tem nada.

Gorski, que tem lutado incessantemente contra o “movimento anti-vacina” se agarrou na história de Jennings no esforço de reconstruir a credibilidade das vacinas que está sendo rejeitada em números crescentes na américa e no mundo devido a preocupações sobre efeitos colaterias e perigosos aditivos como o mercúrio e o esqualeno.

J.B. Handley, do site “A Época do Austimo”, escreveu:

O caso de Desiree Jennings parece estar trazendo o pior de muitos dos blogueiros que se opõem à nossa comunidade. Como um exemplo, eu li um post pelo Dr. Steven Novella, onde “reporta” em uma seqüência de eventos que envolvem a Generation Rescue e o caso de Desiree, que não havia base na realidade e foi simplesmente uma farsa.

Em nenhuma ordem particular, o caso Desiree Jennings parece estar fazendo médicos quebrarem todos os tipos de limites éticos médicos, incluindo:

– Desafiando o diagnóstico original de distonia de Desiree Jennings. Desde quando é que os médicos fazem diagnósticos a distância e através de vídeos apenas?

– Afirmando que a condição de Desiree está apenas em sua cabeça. Para os pais de crianças com autismo, este tem um som familiar. Como os médicos como Gorski e Novella ousam fazer um diagnóstico psicológico de uma paciente que nunca examinaram? Graças a Deus ela encontrou um médico que sabia que o problema estava em seu corpo.

– Afirmar que a vacina não poderia causar a sua condição. Mais uma vez, como um médico determina isso sem examinar? As vacinas causam uma grande variedade de efeitos colaterais, mas a condição de Desiree não poderia ser induzida pela vacina? Para o inferno com o que determinaram os médicos que a examinaram, nós somos os únicos árbitros da verdade. É loucura.

– Alegando que ela não poderia se recuperar de uma condição que ela nem mesmo teria. Esqueça a oxigenoterapia hiperbárica, a quelação, B-12, vitaminas, etc, Desiree não poderia se recuperar, bem como os nossos filhos nunca fazem.

É ótimo assistir a esses “médicos” cavarem um buraco cada vez maior. Não sei se os médicos como David Gorski percebem o quão tolo os seus comentários parecem para o americano médio e quanto eles se expuseram a medida que a verdadeira história de desiree emerge. Obrigado, Orac, por mostrar ao mundo suas cores verdadeiras, porque o mundo esta certamente vendo.

O desespero dos apologistas da indústria de vacinas na tentativa selvagem de atacar a credibilidade de Desiree ilustra como a história foi prejudicial para o lobby farmacêutico e sua agenda para coagir tantas pessoas quanto possível em tomar a perigosa vacina da gripe suína.

O caso Jennings, juntamente com a história na Alemanha sobre como os elitistas tiveram acesso a uma versão especial da vacina que não contém aditivos, mas que não estava disponível ao público em geral, tem com certeza contribuído para a resistência em massa contra a vacina H1N1 que continua a crescer em toda a Europa, Canadá e América do Norte.

No vídeo abaixo Desiree diz que está tendo melhoras e agradece a todos que mandaram mensagens de melhoras e diz que nestas situações para as pessoas não perderem a esperança pois existem maneiras de remediar estes problemas.

Neste outro vídeo, Fox News cobre a história de como Generation Rescue está ajudando a Desiree.

Fontes:
Infowars: Vaccine Victim Desiree Jennings Viciously Attacked By Medical Establishment
Generation Rescue Supports Desiree Jennings, Washington Redskin Cheerleader Disabled by Flu Shot

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

5 Comments

  • Anonymous disse:

    Graças à IAO a coitada se recuperou… que o povo vai falar, isso é praxe… esse povo é lixo…

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Anonymous disse:

    Cultura inútil: só para quem não sabe, IAO é o "sêlo vibratório" da Inefável Consciência Divina (que não é Deus), para os gnósticos…

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Anonymous disse:

    pelo amo 1 a casa 1 bilhão de pessoas sofre uma reação dessa após as vacinas u.u

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Anonymous disse:

    Pra mim, que sou vítima da indústria farmacêutica, esse negócio de vacinação em massa é um tipo de alegação muito parecida com as experiências genéticas praticadas por nazis, como o Dr. Josef Mengele, para legalizar o extermínio de judeus, ciganos, testemunhas de Jeová, doentes mentais e anti-sociais na Segunda Guerra. Como estamos tratando da dominação- conspiração- mundial o plano seria (ou é) criar virus em laboratórios – e daí se vê o porquê do avanço da Ciência na dominação da genética- depois a fabricação de vacinas que, com isso enriquecem ainda mais os laboratórios farmacêuticos e químicos e, de quebra, mata-se pessoas, o que vem a ser a legalização do extermínio do "excedente populacional", ou as deixam inválidas e dependentes de mais medicamentos.

    Simples, claro, óbvio como um cálculo matemático.

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Dário Cardina Codinha disse:

    Se fosse para matar pessoas não teríam feito um vírus da gripe. A raiva tem uma letalidade de 99,98%.

    Ou os cientistas são extremamente burros ou então essa estória de conspiração é apenas uma ideia infundada.

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe