Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Desiree Jennings, de 25 anos, treinava para uma maratona e estava prestes a virar cheerleader profissional do time Washington Redskings, nos Estados Unidos, quando sua vida sofreu uma reviravolta. Dez dias após tomar uma vacina anti-gripal em 23 de agosto deste ano, a jovem começou a sofrer de uma condição neurológica raríssima, chamada de distonia.

A distonia causa contrações musculares involuntárias e incontroláveis, e Jennings não consegue mais realizar atividades comuns, como falar ou andar. Curiosamente, a condição não afetou algumas atividades motoras da garota, que consegue andar para trás e correr normalmente. Quando corre, Jennings consegue conversar normalmente também, mas quando o seu ritmo diminui, as contrações voltam.

É muito comum que pacientes que sofrem com distonia não saibam a causa da doença, mas os médicos que diagnosticaram a jovem acreditam que a vacina contra a gripe possa ter causado o problema. Mesmo assim eles afirmam que as pessoas não devem deixar de tomar a vacina, pois tais casos são muito raros e não há certeza da conexão entre a doença e a vacina.

Dez dias após receber a vacina, Jennings ficou gripada e começou a sofrer com os primeiros sinais da distonia. “No começo eu não conseguia comer sem desmaiar”, diz a garota. Agora, ela tem dificuldade para falar e para comer, além de ter um ritmo cardíaco mais alto que o normal para alguém da sua idade.

Jennings reportou o seu problema para o órgão de administração de medicamentos dos Estados Unidos, o FDA, questionando se havia algo de errado com a sua vacina. O FDA, entretanto, afirma que a vacina não apresentava problemas e que não receberam outras reclamações com relação ao mesmo lote do medicamento.

Embora a reação sofrida pela jovem seja extrema, médicos reafirmam que a vacina contra a gripe é segura, e que casos de distonia são raríssimos, e não se sabe se a causa realmente foi a vacina.

Fontes:
Moça desenvolve doença bizarra após ser vacinada contra gripe
The Sun: Cheerleader in flu jab horror

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

8 Comments

  • Anonymous disse:

    posso rir?

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • M4IN disse:

    O problema das Teorias de Conspiração é que elas vem acompanhada de muitas estórias absurdas.
    .
    .
    Sobre a Gripe Suína: Parece que cada pessoa sofre de um problema. Ora é um distúrbio incontrolável e alienígena, ora é uma doença raríssima.
    .
    .
    Ao "dono" do blog. Faz bem em divulgar, não retiro a dedicação de manter-nos informado.
    .
    .
    Vejo o blog como o filme "Mib": É nas revistas mais cabulosas que temos as verdades ocultas.

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • alberto disse:

    tem algo muito errado nisso tudo

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Dário Cardina Codinha disse:

    Não, não é em relação a gripe suína. A vacina para a nova variante H1N1 não estava disponível em Agosto.

    Em segundo, o vírus da gripe não ataca músculos. Ataca, sim, o trato respiratório superior humano.

    Um vírus que ataca músculos é, por exemplo, o vírus da poliomielite.

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Anonymous disse:

    esse site é uma piada

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Anonymous disse:

    AS TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO DEPENDEM DO CETICISMO DE CADA PESSOA, POIS O CONHECIMENTO HUMANO EVOLUIU A PONTO DE NÃO SABERMOS MAIS O QUE É VERDADE!

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Ministério disse:

    Anonymous,

    Em todas as campanhas de vacinação, realizadas pelo mundo, surgem teorias de que estas imunizações causam sérios danos ou até morte. Porém, estes fatos não são verdadeiros. Nosso país tem tradição em campanhas de vacinação. Já erradicou doenças e diminuiu os danos causados por muitas outras. A vacina é justamente para ajudar a diminuir os males provocados por um vírus que matou milhares de pessoas pelo mundo e, centenas no Brasil.

    Mais informações:
    fernanda.scavacini@saude.gov.br

    Atenciosamente,
    Ministério da Saúde

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Ministério disse:

    Alberto,
    A Vacina é segura, e protege a população. No Hemisfério Norte, mais de 300 milhões de pessoas foram vacinadas, e não houve nenhum registro de complicação provocada pela vacina. No Brasil, já foram vacinados os profissionais de saúde, os indígenas e boa parte das crianças de 6 meses a dois, gestantes e portadores de doenças crônicas. Também não houve nenhum caso de complicação. Os boatos e teorias sempre existiram em todas as campanhas de vacinas realizadas no Brasil. O Ministério da Saúde está tomando todas as providências para impedir o avanço da doença no Brasil. Foram adquiridas 113 milhões de doses, para vacinar todas as pessoas que estão no grupo de risco. Isso corresponde mais da metade da população.

    O Ministério da Saúde divulgou nota esclarecendo os boatos e teorias que circula na internet sobre a vacina Influenza H1N1. Para acessa o documento, clique no seguinte link: http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/nota_de_esclarecimentos_de_boatos_ms_24_03.pdf.

    Mais informações:
    fernanda.scavacini@saude.gov.br

    Atenciosamente,
    Ministério da Saúde

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe