Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Neste vídeo, Ron Paul, reconhecido membro do congresso americano, ex-candidato a presidente dos Estados Unidos e médico fala sobre a situação da gripe suína nos EUA. Ele lembra lembra do pânico que foi criado como se a gripe suína em 1976 fosse matar grande parte da populacao, e como o governo americano veio com a idéia de vacinar toda a população, e lembra como apenas ele e outro médico votaram contra a vacinação em massa, que no fim matou mais gente que o próprio vírus. Ele mostra repulsa com o modo como que uma gripe que até agora tem sido fraca tem sido tratada quase como um ataque nuclear, com até mesmo o departamento de segurança nacional se envolvendo no assunto. Ele fala ainda de uma forma muito lúcida e objetiva como o governo vem tirando vantagem da gripe suína e aproveitando-se da situação para tocar adiante seu plano de socialização dos planos de saúde.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

4 Comments

  • Dário Cardina Codinha disse:

    1 – É verdade que o H1N1 deste ano tem a mesma letalidade que a gripe sazonal. Mas também é verdade que esta gripe não se cinge à época normal da doença, ou seja, é uma pandemia. Pandemia é quando o mesmo vírus abrange os 5 continentes, ou seja, tanto no Inverno (nuns países), como no Outono, Verão ou Primavera. Isto demonstra não a letalidade mas a taxa de infectabilidade. E isso é que é perigoso. Como deverias saber quanto mais pessoas têm um vírus mais probabilidade há para que este ganhe uma mutação que promova a sua resistência e, por conseguinte, adquira maior perigosidade e letalidade. São termos que devias saber.

    2 – Esta vacina não é igual à de 1976, que era de vírus vivo. As pessoas, sobretudo os cientistas, aprendem com os erros. Chama-se a isso método científico, aprender. Estas vacinas são de vírus neutralizado.

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Anonymous disse:

    Mudando de assunto. Eu achei um comentário no site do Azenha sobre o que esta acontecendo em Honduras e queria saber se esta informação é pertinente.

    Abaixo a transcrição:

    Blackwater, Honduras e guerra à vista

    Não nos esqueçamos de que Honduras tem fornecido milhares de soldados mercenários à famigerada firma de segurança privada norte-americana Blackwater, para atuar no Iraque e no Afeganistão. Honduras tornou-se um território sob controle da Blackwater; Micheletti é apenas o fantoche da vez. A Blackwater, por sua vez, é intimamente associada aos setores mais sórdidos da CIA e das forças armadas norte-americanas, os mesmos que promoveram a invasão da Nicarágua por Honduras no passado. Essa firma gigantesca, que dispõe das armas mais modernas e letais de destruição em massa, é de propriedade de um cristão pentecostal sionista e se alinha inteiramente ao sindicato do crime judaico que controla a política externa dos EUA (independentemente de Bush ou Obama). Por isso os EUA prepararam e apoiaram o golpe, a partir de suas bases em Honduras, e agora, passada a hipocrisia das primeiras declarações, explicitamente apoiam o golpista-fantoche Micheletti na OEA. Esses golpistas têm suas ramificações no Brasil e estão achando ótimo esse envolvimento do Brasil na crise de Honduras, pois poderá, a longo prazo, dar o pretexto para uma intervenção militar no Brasil, para esfacelar o País e tomar conta da Amazônia e do pré-sal. Portanto, todo cuidado é pouco.

    Comentário: já conhecia a operação Blackwater e seus propósitos de dividir o Afeganistão mas o que eu quero saber é se realmente eles têm ramificações em Honduras?

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • Anonymous disse:

    Resposta ao anônimo1:

    Eu não duvido O_O

    Pode colar aí o link da fonte desse texto?

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe