Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone



Seguindo nossa seção de produtos naturais para melhorar sua imunidade contra a gripe suína, resolvi escrever um pouco sobre o anis estrelado, ou estrela-de-anis.

Tradicionalmente usada na falta de apetite, gastrites ou flatulência, é atualmente exportada para o mundo inteiro. É a matéria-prima do medicamento anti-viral Tamiflu utilizado no tratamento da gripe aviária e suína.

Nome Comum:
Anis-Estrelado
Outros Nomes: Anis-da-china, badiana, badiana-da-china, Ba jiao hui chian (Ch.), Star anise (Ing.), Anice stellato (It.)
Sinónimos: Illicium verum Hooker

Hoje chegou minha encomenda de anis-estrelado, que foi aliás, baratíssimo: R$2,25 por cinquenta gramas da flor-seca e R$2,85 por cinquenta gramas em pó. Comprei 20 do primeiro e 10 do em pó.

Atualmente, esta planta tem sido alvo de um enorme interesse econômico e científico. A sua utilização como matéria-prima para a fabricação do famoso medicamento anti-viral Tamiflu, utilizado no tratamento da gripe das aves, fez com que os seus preços disparassem nos últimos tempos.

A sua utilização medicinal, porém, remonta há séculos, e a etnomedicina tem-na utilizado para tratar problemas de falta de apetite, dispepsias hiposecretoras, gastrites, enterites, flatulência e espasmos gastrointestinais. Topicamente é usada em micoses. A Comissão Européia aprovou a sua utilização na perda de apetite, tosse e bronquite – aplicações que se devem à sua actividade expectorante, espasmolítica, carminativa, estomática e antiséptica. Tem ainda um efeito activador da secreção do leite e do suor.
Árvore dos bosques tropicais do sudeste da China e norte do Vietname, é hoje em dia cultivada no Sul da China e noutras regiões tropicais, sendo exportada para o mundo inteiro. Entre as suas substâncias, destacam-se essencialmente o trans-anetol (80-90%), hidrocarbonetos, linalol e cineol.

  • Modo de preparo

A dose média diária é cerca de três gramas de planta. Pode ser tomada em infusão e, neste caso, adiciona-se 0,5 a 1g de frutos por chávena e toma-se uma chávena depois das refeições. O consumo pode ainda ser em cápsulas (pó) ou sob a forma de extrato seco (100 a 300mg por dia).

Independentemente da forma ou da dosagem, o importante é primar pela qualidade; se tiver alguma dúvida, pode sempre aconselhar-se com o seu médico ou falar com o seu técnico de saúde.

Mastigar?
Minha namorada me falou no telefone que tinha mastigado, que o melhor estava dentro. Fiquei meio assim, mas realmente encontrei que o anis-estrelado pode também ser mastigado. Mastigar o anis-estrelado após as refeições ajuda a digestão e aromatiza o hálito.

Na cozinha:
Se você propcurar anis-estrelado e receita, vai encontrar mais de 6.300 resultados. Desde doces, com sorvetes ou compotas de abacaxi e cenouras carameladas, tão bem como lombo de porco e joelho de porco (argh).

Dicas: Introduza um pedacinho de anis-estrelado dentro do frango ou pato e adquirirá um delicioso sabor condimentado e adocicado. O anis-estrelado vai bem com gengibre, canela, cravinho, pimenta e molho de soja.

No Brasil

Nossa amiga Maria Tereza informa que no site Sabor da Terra, o quilo do anis-estrelado sai por R$45,20. Um preço bastante em conta.
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

7 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe