Notícias Naturais
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone


A gripe aviária mata 60% das pessoas mas não é transmitida facilmente enquanto que a gripe suína tem uma taxa de mortalidade bem baixa, mas é transmitidade facilmente através de um espirro ou um aperto de mão.

De acordo com um artigo do jornal Daily Dispatch, um jornal sul-africano, o virologista Dr Robert Webster afirma que uma uma combinacão dos dois vírus seria catastrófica mas possível.
Aparentemente alguns virologistas comecam a jogar no ar a notícia de que os dois vírus poderiam se combinar.

Seria uma forma de nos prepararmos para o que virá um surto de um novo vírus letal como a gripe aviária e facilmente transmissível como a gripe suína?

No início deste ano, a companhia farmacêutica Baxter “acidentalmente” misturou o vírus da gripe aviária com o da gripe comum, e enviou 72 kilos desta poderosa combinacao de seu laboratório na Áustria para outros laboratórios na europa, onde vários ferrets comecaram a morrer misteriosamente.

Em junho deste ano, o laboratório militar de Fort Detrick após fazer um inventório descobriu que havia mais de 9.200 vírus não catalogados, incluindo o vírus Ebola, bactéria que causa o anthrax e toxina botulínica, e agentes menos letais como vírus da encefalite eqüina venezuelana e da bactéria que provoca a tularemia. A maioria deles, esquecido dentro de gavetas congelador, não tinham sido utilizados em anos ou mesmo décadas. A grande dúvida é se pudessem ter sido retirados vírus deste laboratório sem ninguém ter notado.

No início de julho deste ano, o jornal londrino Telegraph anunciou que 21 sem-teto na Polônia morreram após terem sido testados com uma vacina para o vírus da gripe aviária.

Temos vários indícios de que a gripe suína teria sido criada em laboratório, será que agora um novo vírus estaria sendo manipulado para juntar a letalidade do gripe aviária com a facilidade de transmissão da gripe suína?

Fontes:

Daily Dispatch: Cientistas temem que poderoso vírus híbrido possa surgir
Daily Mail: Pai vende Tamiflu gratuíto e Baxter mistura vírus da gripe aviária
Toronto Sunday: Baxter mistura “acidentalmente” virus da gripe suína com da gripe aviária.
Telegraph: Sem-teto morrem após testes com vacinas da gripe aviária
Washington Post: 9.200 vírus e bactérias não catalogados poderiam ter sumido

(380)

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

1 Comment

  • Deh disse:

    é uma notícia horrivel, mas pode acontecer!

    Queria informar que alguns links das fontes desta matéria já foram retirados do ar, ou não estão funcionando, que o autor do blog possa conferir!
    Obrigado!

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

6 Trackbacks / Pingbacks

  • […] Há realmente apenas uma maneira de isso acontecer : você precisa expor essa cepa de E. coli a todas as oito classes de antibióticos. Normalmente, isso não é feito ao mesmo tempo, é claro: você primeiro precisa expô-la à penicilina e encontrar as colônias de sobreviventes que são resistentes à penicilina. Você então pega essas colônias sobreviventes e as expôe à tetraciclina. As colônias sobreviventes são resistentes à penicilina e tetraciclina. Em seguida, as expôe a um medicamento à base de sulfa e recolhe as colônias sobreviventes, e assim por diante. É um processo de seleção genética feita em laboratório, com um resultado desejado bem específico. Trata-se essencialmente como algumas armas biológicas são projetadas pelo Exército dos EUA em seu laboratório em Ft. Det…. […]

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • […] Há realmente apenas uma maneira de isso acontecer : você precisa expor essa cepa de E. coli a todas as oito classes de antibióticos. Normalmente, isso não é feito ao mesmo tempo, é claro: você primeiro precisa expô-la à penicilina e encontrar as colônias de sobreviventes que são resistentes à penicilina. Você então pega essas colônias sobreviventes e as expôe à tetraciclina. As colônias sobreviventes são resistentes à penicilina e tetraciclina. Em seguida, as expôe a um medicamento à base de sulfa e recolhe as colônias sobreviventes, e assim por diante. É um processo de seleção genética feita em laboratório, com um resultado desejado bem específico. Trata-se essencialmente como algumas armas biológicas são projetadas pelo Exército dos EUA em seu laboratório em Ft. Det…. […]

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • […] Há realmente apenas uma maneira de isso acontecer : você precisa expor essa cepa de E. coli a todas as oito classes de antibióticos. Normalmente, isso não é feito ao mesmo tempo, é claro: você primeiro precisa expô-la à penicilina e encontrar as colônias de sobreviventes que são resistentes à penicilina. Você então pega essas colônias sobreviventes e as expôe à tetraciclina. As colônias sobreviventes são resistentes à penicilina e tetraciclina. Em seguida, as expôe a um medicamento à base de sulfa e recolhe as colônias sobreviventes, e assim por diante. É um processo de seleção genética feita em laboratório, com um resultado desejado bem específico. Trata-se essencialmente como algumas armas biológicas são projetadas pelo Exército dos EUA em seu laboratório em Ft. Det…. […]

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • […] Há realmente apenas uma maneira de isso acontecer : você precisa expor essa cepa de E. coli a todas as oito classes de antibióticos. Normalmente, isso não é feito ao mesmo tempo, é claro: você primeiro precisa expô-la à penicilina e encontrar as colônias de sobreviventes que são resistentes à penicilina. Você então pega essas colônias sobreviventes e as expôe à tetraciclina. As colônias sobreviventes são resistentes à penicilina e tetraciclina. Em seguida, as expôe a um medicamento à base de sulfa e recolhe as colônias sobreviventes, e assim por diante. É um processo de seleção genética feita em laboratório, com um resultado desejado bem específico. Trata-se essencialmente como algumas armas biológicas são projetadas pelo Exército dos EUA em seu laboratório em Ft. Det…. […]

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • […] Há realmente apenas uma maneira de isso acontecer : você precisa expor essa cepa de E. coli a todas as oito classes de antibióticos. Normalmente, isso não é feito ao mesmo tempo, é claro: você primeiro precisa expô-la à penicilina e encontrar as colônias de sobreviventes que são resistentes à penicilina. Você então pega essas colônias sobreviventes e as expôe à tetraciclina. As colônias sobreviventes são resistentes à penicilina e tetraciclina. Em seguida, as expôe a um medicamento à base de sulfa e recolhe as colônias sobreviventes, e assim por diante. É um processo de seleção genética feita em laboratório, com um resultado desejado bem específico. Trata-se essencialmente como algumas armas biológicas são projetadas pelo Exército dos EUA em seu laboratório em Ft. Det…. […]

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

  • […] Há realmente apenas uma maneira de isso acontecer : você precisa expor essa cepa de E. coli a todas as oito classes de antibióticos. Normalmente, isso não é feito ao mesmo tempo, é claro: você primeiro precisa expô-la à penicilina e encontrar as colônias de sobreviventes que são resistentes à penicilina. Você então pega essas colônias sobreviventes e as expôe à tetraciclina. As colônias sobreviventes são resistentes à penicilina e tetraciclina. Em seguida, as expôe a um medicamento à base de sulfa e recolhe as colônias sobreviventes, e assim por diante. É um processo de seleção genética feita em laboratório, com um resultado desejado bem específico. Trata-se essencialmente como algumas armas biológicas são projetadas pelo Exército dos EUA em seu laboratório em Ft. Det…. […]

    Curtiu ou não o comentário?: Positivo 0 Negativo 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Suporte nosso site
Social PopUP by SumoMe